Acordos de delação fechados por Aras preveem multas de R$ 3 bilhões

Acordos de delação fechados por Aras preveem multas de R$ 3 bilhões

Augusto Aras apresentou hoje um balanço de um ano à frente da Procuradoria-Geral da República. De setembro do ano passado até hoje, foram fechados 19 acordos de colaboração, com multas de R$ 3 bilhões.

No período, a PGR abriu 121 novos inquéritos, apresentou 7 denúncias ao Supremo Tribunal Federal e 19 ao Superior Tribunal de Justiça, contra 92 autoridades com foro privilegiado.

Foram realizadas 20 operações, sendo 18 no STJ, contra governadores, desembargadores, conselheiros de contas e juízes de 8 estados (AM, BA, GO, MT, PA, PB, RJ e TO).

No balanço, a PGR também destaca a criação de Grupos de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaecos), em Minas Gerais, Paraíba e Paraná, com 16 procuradores no total.

Em relação às forças-tarefa, a nota da PGR reiterou que Aras vê necessidade de adotar um novo modelo, por conta da atual limitação de recursos.

Leia mais: Exclusivo: O 'blog' do Aras
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 14 comentários
TOPO