Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Acusada de lavar dinheiro para o PCC assume mandato na Câmara

Ely Santos, do Republicanos, tomou posse no início do mês, mas ela responde a processo por supostamente ter ligação com uma organização criminosa
Acusada de lavar dinheiro para o PCC assume mandato na Câmara
Reprodução/redes sociais

Ely Santos (foto), do Republicanos, que responde processo acusada de lavar dinheiro do tráfico de drogas em São Paulo para o PCC, assumiu mandato na Câmara dos Deputados, diz a Folha.

A posse aconteceu no último dia 9. Ela estava na suplência do partido, mas assumiu o cargo após o titular, Roberto Alves, que é pastor da Universal, pedir licença.

A agora parlamentar cumpriu prisão preventiva por dois meses entre 2016 e 2017, acusada de integrar uma organização criminosa cujo chefe seria seu irmão, o prefeito de Embu das Artes, Ney Santos.

Segundo o Ministério Público, a parlamentar chegou a participar de negócios utilizados por Ney para lavar dinheiro do tráfico. O órgão ligou Ney Santos ao PCC.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....