Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Acusado de matar Marielle atendeu porteiro e liberou entrada de comparsa, diz MP

O Ministério Público do Rio de Janeiro informou que foi Ronnie Lessa, e não Jair Bolsonaro, quem liberou a entrada de Élcio Queiroz no condomínio Vivendas da Barra, informa O Globo.

Ontem, o Jornal Nacional revelou que, em depoimentos, o porteiro contou que Élcio, suspeito de dirigir o carro usado para matar Marielle, pediu para ir à casa de Bolsonaro, no dia do crime.

O porteiro acrescentou que “seu Jair” teria liberado a entrada.

O MP disse ter obtido acesso às gravações do interfone do condomínio e confirmou que quem atendeu o porteiro foi Ronnie Lessa, acusado de ter atirado na vereadora.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO