ACESSE

Adiamento das eleições: no Senado, PSDB e DEM orientam voto 'sim'; PP libera a bancada

Telegram

Em votação no Senado, o senador Tasso Jereissati, em nome do PSDB, orientou voto “sim” à PEC do adiamento das eleições, “acompanhando o bom senso e o que recomenda a ciência”.

Rodrigo Pacheco, líder do DEM, também orientou voto “sim”, mas a contragosto — ele é a favor de unificar as eleições em 2022, com prorrogação de mandatos dos atuais prefeitos e vereadores:

“A realização das eleições no Brasil neste ano é uma temeridade em qualquer data. Uma vida sequer que seja sacrificada já não vai ter valido a pena.”

Ciro Nogueira, presidente do PP, liberou a bancada. Segundo ele, o adiamento das eleições “vai atrapalhar” e “tirar vidas”.

“Nós iremos aumentar o período de campanha. A vida humana vale muito mais do que qualquer coisa.”

Leia mais: 'Honra e fuzis': a estreia de Sergio Moro. Clique e saiba mais

Comentários

  • Congonhas -

    Minha sugestão: redução de custos, abrir mão do fundão para aplicação na saude, sem obrigatoriedade de comparecimento às urnas.

Ler comentários