Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Me engana que eu gosto"

A deputada do Novo Adriana Ventura disse que a decisão de Jair Bolsonaro sobre o fundão será mais uma "vergonha" de seu governo
“Me engana que eu gosto”
Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados

Como noticiamos mais cedo, Jair Bolsonaro admitiu hoje que o fundo eleitoral pode chegar a R$ 4 bilhões em 2022. O presidente agora diz que vai vetar apenas o “excesso” aprovado pelo Congresso.

A deputada Adriana Ventura (Novo), que tentou brecar o “golpe do fundão” antes do início do recesso parlamentar, disse a O Antagonista:

“É mais um capítulo da série ‘me engana que eu gosto’. Eu gostaria que o presidente da República explicasse em que lei, artigo e parágrafo está definido o valor de R$ 4 bilhões a que ele se refere. É mais uma desculpa para tentar justificar esta vergonha do fundão, que ele acordou com a sua própria base no Congresso.”

Ela acrescentou:

“Repetir os R$ 2 bilhões de 2020 já seria um escárnio. Dobrar esse o valor será trair, de novo, a população que o elegeu.”

Essa manobra havia sido antecipada na semana passada pelo vice-presidente da Câmara, deputado Marcelo Ramos (PL-AM), em entrevista exclusiva ao Papo Antagonista.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO