ACESSE

Advogada de Bolsonaro descarta acordo com PSL

Telegram

Karina Kufa, advogada de Jair Bolsonaro, afirmou nesta quinta-feira, 16, que não deve entrar em acordo com o PSL na ação em que a legenda cobra R$ 150 mil alegando serviços não prestados.

Karina, que deixou de defender a sigla depois que o presidente saiu do partido, diz que vai brigar por honorários que não teria recebido e afirma que “a única possibilidade de acordo seria a retratação do partido”.

Leia AQUI a reportagem de Luiz Vassallo na Crusoé.

Reila Maria/Câmara dos Deputados

Leia mais: Confira o que o jornalismo investigativo pode fazer por você em 30 dias

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 18 comentários