Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Advogada de dossiê contra Prevent Senior relata roubo em seu escritório à CPI

Bruna Morato, que representa os médicos que denunciaram a empresa, afirma que "estranhamente" teve um notebook e um Ipad roubados em abril
Advogada de dossiê contra Prevent Senior relata roubo em seu escritório à CPI
Reprodução

A advogada Bruna Morato, que representa os médicos que denunciaram a Prevent Senior, disse a senadores da CPI da Covid em reunião nesta terça-feira (21) que seu escritório em Guarulhos foi “estranhamente” invadido e roubado em abril deste ano, diz O Globo.

O crime aconteceu duas semanas depois das primeiras denúncias contra o plano de saúde virem à tona na reportagem da GloboNews. Os médicos acusam a empresa de coagi-los a aplicar “tratamento precoce” sem consentimento dos pacientes.

Ela entregou os documentos que comprovam a invasão aos senadores, mas as investigações sobre os suspeitos terminaram inconclusivas.

O boletim de ocorrência diz que os criminosos arrombaram quatro salas do prédio comercial que tem 18 andares, entre elas estava a da advogada. Foi furtado um notebook e um Ipad, que era usado para gravar entrevistas com os clientes da advogada.

“Ao analisar as imagens, verificamos que houve uma falha no sistema que grava a movimentação nos hall dos andares e falha no sistema de controle de acesso.”

Imagens de câmeras de segurança mostram que três pessoas circularam livremente pelo prédio sem se identificar na portaria no dia 23 de abril.

“Visualizamos os três indivíduos pulando as catracas às 21:32 e deixando o prédio, sendo que um deles carregava uma mochila.”

O diretor-executivo da Prevent Senior, Pedro Benedito, presta depoimento à CPI da Covid neste momento.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO