Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Advogada diz que médicos da Prevent Senior suspeitaram de aval da Saúde para experiências

Segundo Bruna Morato, os profissionais sabiam que a prescrição de cloroquina seria fiscalizada por órgãos como o Comitê de Ética Médica
Advogada diz que médicos da Prevent Senior suspeitaram de aval da Saúde para experiências
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

A advogada Bruna Morato, responsável por ajudar a elaborar um dossiê sobre a Prevent Senior, disse há pouco à CPI da Covid que os médicos do plano tinham a “sensação” de que a cúpula da empresa tinha aval do Ministério da Saúde para fazer experiências com pacientes.

“A partir do momento em que a Prevent Senior se aproxima dos interesses do governo federal, os médicos têm a impressão de que não haverá fiscalização de qualquer órgão vinculado ao Ministério da Saúde”, disse Morato.

“A sensação que tinha na instituição era que eles tinham a autorização de fazer o que quisessem”, afirmou a advogada.

Mais notícias
TOPO