Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Advogada diz que Prevent reduzia oxigenação em UTIs para desocupar leitos

Bruna Morato, que representa médicos que denunciaram a Prevent, disse que a lógica da empresa era: "Óbito também é alta"
Advogada diz que Prevent reduzia oxigenação em UTIs para desocupar leitos
Foto: Roque de Sá/Agência Senado

A advogada Bruna Morato, que representa os médicos que denunciaram a Prevent Senior, afirmou que há relatos de que a empresa reduzia a oxigenação de pacientes internados em UTIs com Covid para acelerar a desocupação dos leitos.

Segundo a advogada, os médicos contam que a operadora de planos de saúde tinha o lema “óbito também é alta”.

“A Pacientes internados em UTIs cuja internação ultrapassava 10 ou 14 dias, o procedimento indicado era a redução da oxigenação. Esses pacientes, segundo informações dos médicos, evoluíam para óbito na própria UTI, então você tinha uma liberação de leitos. A expressão que eu ouvi muito ser utilizada é: ‘óbito também é alta’.”

Mais notícias
TOPO