Advogada repassava dinheiro a Wassef assim que recebia da Fecomércio, diz MPF

Segundo a nova denúncia da E$quema S, o escritório da advogada Luiza Nagib Eluf era só intermediária para a contratação de Frederick Wassef.

De acordo com os procuradores da Lava Jato do Rio, Luiza Eluf recebeu R$ 4,6 milhões do esquema e repassou R$ 2,6 milhões a Wassef entre 2016 e 2017. Ela enviava o dinheiro a Wassef assim que o recebia da Fecomércio:

As transações entre a Fecomércio do Rio, Luiza Eluf e Wassef foi revelada pela Crusoé.

Leia mais: Combo Crusoé e O Antagonista+: comece a ler por apenas R$ 1,90
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 24 comentários
TOPO