Advogado de APS cita Gilmar Mendes

Marcelo Leal, que defende o lobista Alexandre Paes dos Santos, abre sua peça de defesa citando a decisão de Gilmar Mendes contra deputados petistas que desistiram de ação anti-impeachment depois que o ministro foi sorteado como relator.

O caso ocorreu em dezembro. Paulo Teixeira, Paulo Pimenta e Wadih Damous levaram uma sova moral do ministro, que afirmou: “Ninguém pode escolher seu juiz de acordo com sua conveniência.”

Leal, malandramente, lança mão do argumento de Gilmar para alegar que o inquérito da Zelotes deveria estar no Supremo, por citar o pagamento de propina a parlamentares.

Faça o primeiro comentário