Advogado de Bolsonaro: "Hoje, se faz um carnaval em cima de uma fita"

Frederick Wassef, advogado de Jair e Flávio Bolsonaro, chegou há pouco ao Palácio do Planalto.

Ele apresentou o depoimento de Sergio Moro a jornalistas, na tentativa de defender que o próprio ex-ministro não acreditava que Bolsonaro cometeu crime.

“O que eu quero dizer é o seguinte: não precisa ser advogado. Qualquer um que leu o depoimento do ex-ministro Sergio Moro sabe que o natural para este inquérito era ter sido arquivado o quanto antes. Deixaram o inquérito correr para atingir a imagem e reputação do Presidente da República. Nenhuma prova foi trazida aos autos, não existem provas, indícios, absolutamente nada.”

Wassef concluiu:

“Hoje, se faz um carnaval em cima de uma fita, de um vídeo de uma reunião. Eu pergunto: alguém praticaria um ato irregular na frente de 30 testemunhas, 30 ministros de Estado? Não, jamais. O que está se fazendo é tirar o foco da pandemia e de outras coisas e atribuir toda a culpa ao presidente Jair Bolsonaro.”

Leia também: Bolsonaro mandou investigar Witzel?
Mais notícias
Mais lidas
  1. 58% X 38%

  2. Gilmar Mendes seleciona mensagens roubadas

  3. "O vírus derrubou o mito e o muro"

  4. A bolha e o estouro da bolha

  5. O pico de 6%

Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 19 comentários
TOPO