Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Advogado de Pazuello alertou sobre ‘riscos’ de aderir ao consórcio de vacinas

Elaborado em setembro, o relatório de Zoser Hardman afirma que a decisão extrapolava “as atribuições do Ministério da Saúde”
Advogado de Pazuello alertou sobre ‘riscos’ de aderir ao consórcio de vacinas
Foto: Divulgação

Conhecido por ter defendido milicianos do Rio de Janeiro, o advogado criminalista Zoser Hardman, levado ao Ministério da Saúde por Eduardo Pazuello, elaborou um parecer no qual listou os “riscos” que o governo assumiria ao aderir ao consórcio de vacinas Covax Facility, diz a Crusoé.

Elaborado em 21 de setembro do ano passado, o documento de Hardman afirma que a decisão era um “ato político e de governo” e que extrapolava “as atribuições do Ministério da Saúde”.

Sem qualquer experiência na área de administração, o advogado recomendou que o governo só aderisse ao consórcio da OMS caso baixasse uma medida provisória, que deveria ser convertida em lei pelo Congresso.

Leia mais aqui. Assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....