ACESSE

Advogado de réus da Lava Jato não vê desvio de conduta em mensagens

Telegram

Em sua entrevista à Folha, o advogado Luís Carlos Dias Torres afirmou que as conversas informais entre juízes e promotores nos aplicativos de mensagem são comuns, e que o hábito não pode ser visto como uma irregularidade.

Para Torres, que defende clientes na Lava Jato, não houve desvio de conduta de Sergio Moro e dos procuradores da força-tarefa.

“Eu troquei minutas de acordo [de colaboração] por Telegram. Eu achava que estava dentro de um ambiente da mais alta confidencialidade. E estava. Mas quebraram criminosamente. Isso sim é grave.

Tentar encontrar, dentre milhares de mensagens, uma que sugeriria uma perda da imparcialidade do juiz é olhar o problema sob uma ótica muito estreita, míope. O problema não diz respeito a isso. Diz respeito à quebra do sigilo de comunicações das mais altas autoridades. Se acontece com uma ex-presidente da República, o que dirá com nós? Tem que ter uma punição exemplar.”

SUSPEITOS DE ATAQUE HACKER PRESOS. QUEM PAGOU PARA DESTRUIR A LAVA JATO? SAIBA MAIS AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 30 comentários