Advogado plagiado diz que tem "acervo doutrinário comum" com Kassio Marques

Em nota à imprensa, o advogado Saul Tourinho Leal deu sua versão para a reprodução de trechos idênticos de artigos seus na dissertação de mestrado de Kassio Marques.

Ele disse que possui com o desembargador “um acervo doutrinário comum para ser utilizado na produção acadêmica de ambos”, embora tenham “linhas doutrinárias divergentes”.

Leiam:

“Em relação às informações divulgadas nesta quarta-feira (7), venho a público esclarecer que há anos nutro uma relação acadêmica com o desembargador Kassio Marques, cuja trajetória profissional e acadêmica é orgulho para os juristas do Piauí, do Nordeste e do Brasil.

Os artigos acadêmicos citados na referida reportagem são frutos de debates, discussões e troca de informações acadêmicas, que, em conjunto com o desembargador Kassio Marques, constituiram um acervo doutrinário comum para ser utilizado na produção acadêmica de ambos. Por isso, são infundadas as acusações feitas pela reportagem.

No presente caso, as ideias expostas na dissertação do Desembargador Kassio Marques são de sua autoria, até porque, temos linhas doutrinárias absolutamente divergentes, guardando em comum tão somente parte do acervo pesquisado, fruto do esforço mútuo dos autores.”

Marques, em nota, alegou que a “coincidência de citações” seria decorrente “da troca de informações e arquivos relacionados a um dos temas abordados a partir de palestra em seminário que participaram em 2012”.

Lei aqui a reportagem completa na revista (aberta para não assinantes).

Assine Crusoé e apoie o jornalismo independente.

 

Leia mais: Bolsonaristas x Bolsonaro
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO