ACESSE

Advogado que criticou Supremo na mira da PF

Telegram

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, avisou Ricardo Lewandowski que foi aberta investigação sobre o advogado Cristiano Caiado de Acioli, que disse que o Supremo é uma vergonha.

Segundo o Conjur, a Polícia Federal também vai apurar se Acioli colocou em risco a segurança do voo no qual abordou o ministro do STF.

Após a discussão e a ordem de Lewandowski para prendê-lo, o advogado protestou no avião.

Você precisa saber quem são os novos 'donos do poder'. E precisa saber AGORA

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 489 comentários