Advogados e PCC: mais tempo na cadeia

A Justiça prorrogou a prisão temporária das 36 pessoas presas na Operação Ethos, que investiga o envolvimento de advogados com o PCC, registra o Estadão. O novo prazo se estenderá até a meia-noite da próxima quinta-feira.

Cinco advogados continuam foragidos.

Faça o primeiro comentário