Aécio diz ser contra lançar agora nome do PSDB sem apoio e insiste em 3ª via

Aécio diz ser contra lançar agora nome do PSDB sem apoio e insiste em 3ª via
Foto: Gustavo Sales/Câmara dos Deputados

Aécio Neves disse em nota a O Antagonista neste domingo (2) que defende “um grande esforço” para “a construção de uma candidatura única de centro” em 2022.

Hoje mais cedo, reportagem da Crusoé informou que Aécio lidera a ala do PSDB contrária a uma candidatura própria ao Planalto.

“Em relação às eleições de 2022, não é verdadeira a tese disseminada por aqueles que defendem as prévias em outubro de que eu e outros membros do partido trabalhamos para que o PSDB não tenha candidato próprio a presidente”, disse o deputado federal.

“O que muitos de nós defendemos é algo que me parece lógico: fazermos um grande esforço durante todo esse ano para a construção de uma candidatura única de centro, conversando intensamente com outras forças políticas além do PSDB.

Não vejo, sinceramente, como o lançamento, já agora em outubro, unilateralmente, de um nome do PSDB, criando um fato consumado, sem garantia de qualquer apoio, possa contribuir para o sucesso desse projeto. Talvez tenha sido essa a preocupação do Senador Tasso Jereissati que em entrevista recente também defendeu o adiamento.

Não sendo possível essa construção, realizaríamos em março as prévias. Essa é a posição que muitos no partido defendem.

É legítimo que outros pensem diferente, por isso precisamos debater essa questão com o respeito e a serenidade que a relevância do tema recomenda. Ao final, confio que o partido, através das suas instâncias decisórias, tomará a decisão que melhor atenda ao seu conjunto e ao país.

Lembro ainda que a proposta de realização de prévias no ano que vem não é nova. Ela foi apresentada formalmente por mim, estimulado por muitos companheiros, na última reunião da executiva nacional. Com tranquilidade vamos buscar o melhor caminho.”

Assista à entrevista de Tasso Jereissati sobre o assunto ao Papo Antagonista nesta semana:

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
TOPO