Caso Aécio: “Fase embrionária”, diz relator

Alberto Zacharias Toron, advogado de Aécio Neves, ocupou a tribuna da Primeira Turma do STF antes de sua sustentação oral para questionar a “licitude de provas” no âmbito da delação da JBS. Ele lembrou que a delação envolve o presidente da República, Michel Temer.

A sessão seguiu.

Marco Aurélio Mello, relator do caso Aécio, diz que se trata de “uma fase embrionária”, que envolve estritamente o recebimento ou não de denúncia apresentada pela PGR.

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

Ler mais 11 comentários
  1. Não é lava-jato, mas é todo o pano de fundo da lava- jato, inclusive, com tentativa de obstrução à justiça.
    Afinal, é como as ADC’s. Não é lava-jato, porque é em abstrato, mas só é lava-jato.

  2. Mesmo que a delação da JBS caia, Aécio ainda responde a mais 8 inquéritos no STF.
    Tem propina da Odebrecht, influência sobre Furnas, maquiagem de dados na CPI dos Correios e ainda fraudes na construção da Cidade Administrativa de MG.
    Não adianta derrubar as provas de UMA denúncia.

  3. O embrião da corrupção no Aécio é como os Goonies – surge por todo lugar e já em estágio super avançado de destruição.

    Obs. A pergunta que não quer calar: é esse o embrião que o Giomar reclama querer salvar e que motivou toda a sua revolta com relação à suposta ‘legalização’ do aborto pela 1ª turma!??

  4. O embrião foi abortado ou formou um feto e de repente já pode até ter nascido….aiaiai quanta meeerrrrdddaaa! Nossa ordem e progresso é meeerrrdaaaa. A que querem enganar!?!? Que país!