Aécio: “O PSDB deve estar ao lado de Michel Temer”

Aécio Neves deu entrevista à Folha de S. Paulo, para negar que a sua recondução à presidência do PSDB tenha sido uma puxada de tapete dele e José Serra contra Geraldo Alckmin.

O mais importante, porém, foi o que ele disse sobre o apoio ao governo de Michel Temer.

Leiam o trecho, por favor:

Folha: O sr. e Serra eram dois tucanos que não se bicavam, mas ele apoiou a sua recondução.

Aécio: Lendas urbanas. O PSDB tem uma característica: por mais que existam disputas, nós nos gostamos, acredite nisso. No fundo, somos diferentes, de formações diferentes, mas gostamos de sentar e conversar sobre o mundo, de conversar sobre nada, sabe? São todos homens públicos, gente do bem. Nós nos gostamos e isso faz com que mais uma vez nos preparemos para disputar juntos em 2018.

Essa é uma novidade…

Serra é uma paixão avassaladora [risos].

Mas se o governo der errado, vocês tombam em 2018.

Se fôssemos colocar o nosso interesse eleitoral estratégico na frente dos interesses do país, talvez nós não tivéssemos apoiado o governo Temer, tivéssemos lavado as mãos, como fez o PT no governo Itamar Franco. Eu me sentirei muito mais à vontade de defender essa posição do que chegar lá em 2018 e ver que o governo eventualmente naufragou por falta de coragem do PSDB de enfrentar as dificuldades ao lado do presidente Temer. Quando nós apoiamos o impeachment, nós sabíamos que o PSDB não assumiria. Qual seria a nossa alternativa? No que depender de mim, nós estaremos até o final desse governo contribuindo com propostas. O PSDB deve estar lado de Michel Temer.

Aécio também pode ser engraçado, claro.

Faça o primeiro comentário