ACESSE

Agência do BB diz que comercial censurado por Bolsonaro custou 1 milhão

Telegram

A agência W/McCann informa que o comercial Selfie, do Banco do Brasil, teve custo de R$ 1.090.500,00 e não R$ 17 milhões, como noticiado na imprensa.

O valor total seria do plano de mídia, que não chegou a ser executado totalmente por causa da suspensão da propaganda.

“O processo de aprovação e pagamento com os respectivos comprovantes estão devidamente documentados”, diz a assessoria da agência.

Moro sob ataque. Leia mais

Comentários

  • Maria -

    É bom cortar mesmo Não é justo se gastar em publicidade valores que podetiam ser usados em saúde, a favor do povo. Por que pagar tanto a quem participa. Vamos economizar.

  • Nadir -

    Menos mal! Propaganda comunista. Mostra a exceção como se fosse o máximo, quand é deploravel a desprezo pela maioria, uma balbúrdia vergonhosa!Brasil último lugar em valorização dos professo

  • Thiago -

    Levaram TODOS esses dias pra justificar um numero tão exorbitantemente maior divulgado na imprensa? Não sei pq duvido... fizeram alguma contabilidade criativa pra maquiar o valor real.

Ler 63 comentários