Agência do BB diz que comercial censurado por Bolsonaro custou 1 milhão

A agência W/McCann informa que o comercial Selfie, do Banco do Brasil, teve custo de R$ 1.090.500,00 e não R$ 17 milhões, como noticiado na imprensa.

O valor total seria do plano de mídia, que não chegou a ser executado totalmente por causa da suspensão da propaganda.

“O processo de aprovação e pagamento com os respectivos comprovantes estão devidamente documentados”, diz a assessoria da agência.

Comentários

  • Maria -

    É bom cortar mesmo Não é justo se gastar em publicidade valores que podetiam ser usados em saúde, a favor do povo. Por que pagar tanto a quem participa. Vamos economizar.

  • Karmen -

    depois n tem dinheiro...qta roubalheira ...p um lixo daqueles qualquer 10mil seria demais....

  • Fernando -

    O antagonista nasceu ontem : - Qdo se quer saber QTO alguém Pagou , SÓ Idiotas perguntam pra quem recebeu ...!! Que tal verificar nas contas do PAGADOR ....

Ler 64 comentários