Agenda ambiental do governo 'não é majoritária', diz Rodrigo Maia

Telegram

Rodrigo Maia recebeu hoje uma carta assinada por nove ex-ministros do Meio Ambiente com propostas para o enfrentamento do que chamam de “emergência ambiental”, registra O Globo.

Em reunião com os ex-ministros, entre eles José Sarney Filho e Marina Silva, o presidente da Câmara indicou que os parlamentares vão desempenhar um papel de contrapeso às medidas do governo Jair Bolsonaro.

“A agenda que o governo propôs, no Parlamento, não representa uma agenda majoritária. São 50 [deputados do PSL] de 513 deputados. Então cabe ao Parlamento organizar esse diálogo, com muito equilíbrio, para que se construam consensos na linha do desenvolvimento sustentável”, declarou Maia.

Comentários

  • Gustavo -

    Botafogo o Nhonho S A F A D O reunido com Sarney B A N D I DO e a Titica de galinha Marina . PQQ nao servem ne pra adubo essa canalhada .

  • Patrício -

    O parâmetro de julgamento são os votos de Bolsonaro na eleição majoritária e não o número de deputados do seu partido. Por esse critério, nenhum presidente eleito teria uma agenda majoritária

  • Angela2 -

    Oh Botafogo - nós queremos o dinheiro do fundo partidário para ser usado na Amazônia.

Ler 51 comentários