​Agora, é o Uruguai criando caso

O governo não gostou da afirmação do chanceler uruguaio, Rodolfo Nin Novoa, de que o Brasil tentou comprar o apoio do país para impedir que a Venezuela assuma a presidência do Mercosul, informa a Folha.

O Itamaraty convocou o embaixador do Uruguai no Brasil, Carlos Daniel Amorín-Tenconi, para prestar esclarecimentos sobre o caso.

Faça o primeiro comentário