Agravo da defesa de Lula é chicana. É o que diz a jurisprudência do STF

O agravo regimental impetrado pela defesa de Lula na última sexta-feira, sobre o qual Edson Fachin pediu o parecer de Raquel Dodge, é pura chicana — da qual a parte mais bizarra é aquela em que se pede, em último caso, a cessão de um habeas corpus de ofício ao condenado (habeas corpus de ofício não se pede, recebe-se).

Se a jurisprudência do STF ainda valer no STF, o agravo deve ser rejeitado porque descabido e impetrado para impedir, ilegitimamente, a eficácia dos próprios julgamentos do Supremo e de outros órgãos judiciários.

Em relação a agravo semelhante, relativo a outro processo, Dias Toffoli foi muito claro ao rejeitar o recurso “manifestamente protelatório”:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

Ler mais 9 comentários
  1. Lula ganha da Direita chucra até amarrado. Quanto mais tempo ele ficar preso, mais o PT terá chances de voltar a governar o país. Depois pra tirá-los de do poder somente através de um golpe parlamentar como o que ocorreu em 2016.