Agressor com privilégio

Eis mais um absurdo do foro privilegiado: até caso de senador acusado de bater na mulher vai parar no STF.

Faça o primeiro comentário