AGU cobra R$ 555 milhões de desmatadores da Amazônia

A Advocacia Geral da União pediu à Justiça a condenação de 33 desmatadores de Rondônia, Mato Grosso, Pará e Amazonas.

Cobra deles indenizações que somam R$ 555,3 milhões por danos ambientais em 26.490 hectares na região amazônica.

Além do pagamento, o órgão também cobra reflorestamento de áreas usadas ilegalmente para extração de madeira e atividade pecuária.

Comentários

  • wanderlei -

    Quero ver receber isso. Essas multas são virtuais pois os caras nunca pagam.

  • Eduardo -

    Já já a bancada do agrobusiness vota uma anistia e fica tudo resolvido.

  • Lúcia -

    Muito bem!

Ler 7 comentários