Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

AGU critica comportamento da CPI da Covid com advogados

Em manifestação ao STF, Bruno Bianco cita depoimentos de Pazuello e Wagner Rosário e afirma que há 'efetivo embaraço das prerrogativas' dos profissionais
AGU critica comportamento da CPI da Covid com advogados
Foto: Júlio Nascimento/PR

A Advocacia-Geral da União criticou, em manifestação encaminhada a Luís Roberto Barroso, o tratamento dispensado aos advogados públicos durante os depoimentos da CPI da Covid no Senado, informa O Globo.

“Há efetivo embaraço no exercício das prerrogativas dos advogados no âmbito da Comissão Parlamentar de Inquérito, a exigir a intervenção dessa Suprema Corte no intuito de garantir o escorreito funcionamento da advocacia, enquanto função essencial à Justiça”, afirma o texto assinado pelo chefe da AGU, Bruno Bianco.

A manifestação foi dada numa ação em que a OAB do Distrito Federal acusa os senadores da CPI de ameaçar e silenciar advogados durante as sessões do colegiado.

Bianco cita como exemplos de “embaraço” o tratamento dado aos profissionais do Direito nos depoimentos de Eduardo Pazuello e Wagner Rosário. A ação da OAB cita também a advogada que defendeu Roberto Dias, ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO