Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

AGU recorre de decisão do STF que manteve quebra de sigilo de Pazuello

Advocacia-Geral da União alega que Supremo permitiu uma situação de 'assimetria' ao negar o recurso do ex-ministro da Saúde e aceitar os de outros alvos da CPI da Covid
AGU recorre de decisão do STF que manteve quebra de sigilo de Pazuello
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

A Advocacia-Geral da União recorreu ao STF nesta terça (15) contra a decisão de Ricardo Lewandowski que manteve a quebra dos sigilos telefônico e telemático de Eduardo Pazuello pela CPI da Covid, informa O Globo.

Ex-ministro da Saúde, Pazuello é hoje secretário de Estudos Estratégicos da Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos da Presidência —embora não tenha aparecido para trabalhar no cargo até esta terça.

A AGU alega que o Supremo está permitindo uma situação de “assimetria”, já que recursos apresentados por outros atingidos pelas quebras de sigilo foram acolhidos ao serem analisados por ministros diferentes.

Nesta segunda, outro ministro do STF, Kassio Nunes Marques, indicado por Jair Bolsonaro, suspendeu as quebras de sigilo do ex-número dois da Saúde, Élcio Franco, e do secretário Hélio Angotti Neto.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO