AGU recorrerá para manter decreto sobre a Amazônia

A AGU acaba de informar o óbvio:

“A Advocacia-Geral da União (AGU) informa que vai recorrer da decisão da 21ª Vara Federal do Distrito Federal que suspendeu os efeitos do Decreto 9.142/2017 e dos demais atos normativos publicados sobre o mesmo tema.”

Começou a guerra de liminares.

5 comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200

  1. É um (pé no) saco, isso! Aquilo nunca foi uma reserva florestal. É uma reserva mineral que deveria ter sido explorada nos últimos 40 anos por uma empresa estatal criada especialmente para este peopósito.
    Em 40 anos, a estatal nunca fez nada. Agora que se quer explorar todo aquele cobre prá valer, vem a turma financiada pelas grandes potências reclamar do fim da reserva “florestal”.
    Esse pessoal quer ver o brasileiro sentado sibre toda essa riqueza, mas pobre, enquanto eles, ricos, aproveitam a brisa fresca que sopra da amazônia.

  2. Muitos interesses excusos por trás: ONG europeias, globalistas negociando diretamente com os supostos índios, “defensores” do meio ambiente. A única certeza é o país ficando no atraso.