Ainda dá tempo de aprovar voto distrital misto para 2020

Rodrigo Maia saiu de uma reunião na segunda com ministros do Tribunal Superior Eleitoral com a garantia de que dá tempo de aprovar e organizar as eleições municipais do ano que vem com um novo sistema de escolha dos vereadores, com o voto distrital misto.

Pelo modelo em discussão, as cadeiras do Legislativo continuariam a ser repartidas conforme a proporção de votos obtidas por cada partido. Exemplo: se os candidatos de determinada legenda conseguiram, juntos, 20% dos votos válidos, terão 20% das cadeiras na Câmara Municipal.

A diferença para o sistema atual é que parte deles poderá ser eleita exclusivamente no distrito (numa região delimitada da cidade, que junte bairros próximos, por exemplo), dentro do qual é eleito um único candidato, aquele que tem mais votos.

Para fazer valer o sistema no ano que vem, basta a Câmara aprovar um projeto de lei já aprovado no Senado e de autoria de José Serra e Eunício Oliveira — como a mudança não envolve aumentar ou diminuir o número de parlamentares, não é necessária emenda à Constituição.

A eleição do ano que vem seria um teste, para ver se é possível aplicar o modelo em 2022, quando são eleitos deputados federais e estaduais.

O roubo e o vazamento de mensagens trocadas por Moro e os procuradores da Lava Jato é grave. Muito grave. SAIBA MAIS AQUI

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. PPaulo Lasta disse:

    TEM QUE FAZER ALGO, ESSE TROÇO, QUE TA AI, NAO NOS REPRESENTA, NAO FUNCIONA, SO DA PREJUIZO ENTAO FECHA, PLEBECITO PRA QUE SUTENTAMOS DUAS CASAS, PARA NADA, PAIS RICO, COM POVO FAMELICO,BASTA DE ESCRA

Ler comentários
  1. AAndre Carvalho disse:

    Se os problemas para compôr uma maioria dentro do Legislativo pelos próprios membros do Legislativo começa a aparecer, é a senha para alguma mudança positiva para racionalizar o sistema eleitoral.

  2. LLucia Maria Kretzmann disse:

    A Reforma política é tão importante quanto a Reforma da Previdência, só assim nos livraremos de candidatos oportunistas e descompromissados com os eleitores.

  3. MMassoud netto disse:

    O distrito circunscreve uma pequena região com suas urnas que acumulariam um número iguais e restrito de eleitores, possivelmente 5.000 seria um número que se adaptariam a todos os municípios.

  4. MOACIR disse:

    Duvido que os malditos ditadores donos dos partidos, ou seja, as velhas raposas da política, vai concordar e mudar o sistema que, com certeza ira tirar parte do poder que eles tem.

  5. Douglas disse:

    Ok, mas o Misto tem de ser uma transição, pq o ideal seria o Puro. Mas de fato o Misto já serveria muito como um piloto e já iria dar uma melhorada nestas camaras.

  6. Volmer disse:

    Aqui no Rio isso vai ser muito "interessante" . Já estou até vendo. A quantidade de parlamentares representantes da milícia e do tráfico vai ser absurda.

  7. Fernando disse:

    Este congresso de bosta nao aprova nada so atrapalham o pais

  8. Cris disse:

    Da tempo também de trabalhar no pacote anticrime?

  9. Jacinto disse:

    tem que adotar o voto distrital puro....

  10. MOACIR disse:

    Duvido que os políticos de carteirinha, os que vivem mamando, vão permitir essa mudança, não interessa aos partidos.

  11. Xavier disse:

    Qualquer mudança proposta por Serra, Eunicio e Maia todos citados na lava jato, e com esse congresso com apenas 7% de aprovação. É no mínimo GOLPE

  12. Xavier disse:

    tentam tapar o sol com a peneira, o problema não é o sistema é sim o mal caratismo dos políticos

  13. Regildo disse:

    Já é um começo! E daí pode surgir uma mudança maior! Vale a pena tentar! Espero que o Nhonho conduza a ideia adiante!

  14. CORUJA disse:

    E a propósito, está provado que não há aparelho eletrônico seguro! Com exceção é claro das espetaculares urnas eletrônicas "brasileirinhas", com tecnologia bolivariana!

  15. VitorGomes disse:

    Esse modelo misto não presta pois reforça o poder dos partidos e não contempla recall. Tem que ser o distrital puro, com recall, ou continuaremos a patinar no mesmo atoleiro por décadas.

  16. wanderlei disse:

    Faria um enorme bem para o país se aproveitassem e reduzissem essa pocilga à metade.

  17. Alex disse:

    NÃOOOOOOOO!!! Queremos referendo.... que negócio é esse de fazer as coisas sem consultar o povo, hein ?

  18. Kalá disse:

    Isto mudaria ou mudará MUITO o panorama. Talvez para melhor. Para MUITO melhor.

  19. Bira disse:

    Esse voto distrital misto não vai mudar nada. É melhor deixar essa bosta do jeito que está.

  20. Roberto disse:

    Pode mudar tudo, se continuar a termos políticos profissionais, pessoas que jamais conseguiriam postos no mercado de trabalho, tudo vai continuar ruim. Política tem que deixar de ser profissão.