ACESSE

Alckmin associa Ciro e Marina ao PT

Telegram

Geraldo Alckmin, no Twitter, tenta se distinguir dos três candidatos tecnicamente empatados com ele em segundo lugar neste momento da corrida eleitoral e, também, de Henrique Meirelles.

“Finalmente o PT parou com a enganação. Todo sabiam que Lula não ia ser candidato, mas ficaram escondendo Haddad. Agora ele vai ter que se apresentar como candidato e explicar os 13 milhões de desempregados. O sofrimento da população não começou agora, é uma herança do PT.

Temos nessa eleição os adoradores do PT e do Lula. Ciro foi ministro de Lula, apoiou até a Dilma. Meirelles se vangloria de ter sido presidente do BC do PT. E Marina foi por mais de 20 anos do PT. Agora, Haddad. É inacreditável lançarem uma candidatura na porta da penitenciária.

Nós precisamos ver quem pode vencer o PT, para o país não voltar a andar para trás. Basta ver a simulação de segundo turno para perceber que o Bolsonaro é um passaporte para a volta do PT. Você vota num, elege o outro.”

Na verdade, Bolsonaro está tecnicamente empatado com Haddad nas projeções de segundo turno do Datafolha e do Ibope, ficando numericamente atrás no primeiro (39% a 38%) e na frente no segundo, com diferença maior (40% a 36%).

Quer saber o que estão escondendo de você nesta eleição? Clique AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 161 comentários