Alckmin diz que não é necessária ‘correria’ para escolher vice

Geraldo Alckmin disse que não é preciso haver “correria” para escolher o novo vice de sua chapa, depois da recusa de Josué Alencar.

“Vamos nos debruçar agora sobre isso, mas sem correria. Tem uma semana para a gente definir”, declarou o ex-governador, de acordo com o relato da Folha.

Alckmin referiu-se a 4 de agosto, quando o PSDB fará sua convenção nacional, como data-limite para a escolha do companheiro de chapa.

O ex-governador paulista também disse ser “natural” que a aliança entre o PSDB e os partidos do Centrão não se reproduza em todos os estados.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 15 comentários
  1. O alckmin tem razão de não ter pressa para escolher vice pois sabe muito bem que tucano seja qem e qual for não colocará os pés no palácio do planalto como presidente

  2. Margarete Coelho é um ótimo nome para VICE
    Apesar de ter sido Vice Governadora na chapa do PT
    Foi colocada justamente como contraponto por ser conservadora e religiosa
    Margarete é Advogada, Professora de Direito Constitucional e Ex-Conselheira da OAB
    É da cidade de Raimundo Nonato no sertão do PI

  3. Como disse a Dama de Ferro Margareth Thacher certa vez: “Antes é preciso ganhar no discurso, para depois conquistar votos”.
    Serve para qualquer candidato !!!!
    Por isso é preciso acompanhar todos os discursos e largar mão de ufanismos.

  4. Segundo Cunha, o passe de Temer para jogar de vice de Dilma custou módicos 40 milhões. Acredito que a lava jato tenha feito subir o valor da cotação. O negócio é de alto risco.

  5. Existem duas mulheres que poderiam ser VICE de Alckmin
    ANA AMÉLIA- A melhor Senadora do país, brilhante no IMPEACHMENT e no combate ao PT agregaria muitos votos do SUL que migraram para Bolsonaro e Álvaro Dias
    MARGARETE COELHO- Foi traída pelo PT e acrescentaria a força da mulher nordestina do PI

  6. “Necessária correria”? Não é “precisa” correria ou não é preciso correria? Seria “necessária” se fosse: “Não é necessária A correria”; sem o “a”, não flexiona.

  7. Vocês na sua boa-fé devem estar pensando que a dificuldade de as máfias partidárias fazerem alianças que lhes garantam um bom nome, nada mais que um nome para vice, se deva ao fatos de que a maioria dos candidatos a presidente está queimada. Mas, o processo eleitoral não se guia por boa-fé.