Alckmin é inviável

Rodrigo Maia tem 0,6% nas pesquisas.

O único aspecto relevante de sua candidatura é que ela revela o vazio de Geraldo Alckmin.

O próprio Rodrigo Maia, em entrevista para Folha de S. Paulo, disse claramente:

“A rejeição ao PSDB – e o Geraldo Alckmin é vítima disso – inviabiliza sua vitória. Representamos um novo ciclo, com a certeza de que compor chapa com o PSDB hoje é participar de um projeto em que entregaremos o governo para aqueles que não governarão da forma que acreditamos.”

Comentários

  • SONIA -

    Sabe de nada inocente,Geraldo foi o único Governador de SP a ser eleito no Primeiro Turno, msm qdo os institutos diziam que ele tinha apenas 10%...rsrsrs 58%, quase 60% dos votos..

  • juca -

    Estes ataques só demonstram que ignorância do brasileiro é realmente uma desgraça anunciada. Preferir alguém que jamais foi testado como administrador é coisa. Realmente, de asnos. Asnos que sobejam, asnos que elegeram Collor (aquele do saco roxo), asnos que elegeram Dilema e Lula! O Ser governador de São Paulo, o maior estado da União, problemas e dificuldades diversos e inerentes à administração de uma grande economia, semelhantes à de muitos países, NÃO SEVIR PARA CREDIBILIZAR UM CANDIDATO, então com o que seria necessário? Talvez fazer campanha antecipada, desrespeitando as leis eleitorais?

  • Brasil -

    Como levar a sério Rodrigo Maia que, já no RJ, teve 9,5 vezes votos A MENOS que o Jair Bolsonaro? Nessa proporção, Bolsonaro, se não se eleger no primeiro turno, vai ao segundo com 35% a 42% dos votos… –- Jair Bolsonaro consegue a proeza de conseguir o apoio de ELEITORES ex-petistas, ex-tucanos, e consegue, além de tirar a àgua desses mosquitos, que são os votos, atrapalhar e aterrorizar os planos do Foro de São Pauloo e do Diálogo Interamericano: – www.areuniao.com/single-post/2018/02/27/Bolsonaro-intimida-Diálogo-Interamericano – sensoincomum.org/2017/11/28/psdb-se-une-ao-pt/ – Mas o que deve estar rolando é o velho fisiologismo entre esses partidos que compõe o establishment. Só Bolsonaro começará os debates com todos os seus ministros conhecidos.

Ler 86 comentários