ACESSE

Alckmin é "um homem honrado", diz líder do PSDB no Senado

Telegram

O líder do PSDB no Senado, Roberto Rocha, decidiu sair publicamente em defesa de Geraldo Alckmin.

O ex-governador de São Paulo, no último dia 16, foi indiciado pelos crimes de caixa dois eleitoral, corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Menos de 10 dias depois, o Ministério Público de São Paulo denunciou Alckmin pelo suposto recebimento de R$ 2 milhões em espécie da Odebrecht na campanha de 2010 e de R$ 9,3 milhões na reeleição ao governo de SP, em 2014.

Rocha foi ao Twitter na manhã desta terça-feira (28) chamar o correligionário de “um homem honrado”.

“Em 40 anos de vida pública, Geraldo Alckmin construiu sólida reputação de seriedade como gestor. Um político singular, afeito às coisas espirituais, sempre militou com ascética probidade. É essa sua maior marca como homem público.”

O senador tucano ainda falou em “criminalização da atividade política”.

“Lamento que tal carreira exemplar venha sendo atingida por conclusões apressadas, próprias destes tempos de criminalização da atividade política.”

Para Rocha, Alckmin “honra o PSDB e a política brasileira”.

Ainda quando do indiciamento pela PF, O Antagonista registrou que as denúncias, segundo uma fonte do partido, “desgastam a imagem” de Alckmin e do PSDB, mas, internamente e em São Paulo, ele ainda mantém “uma imagem meio franciscana”.

Assista também:

Leia mais: Foro privilegiado: o STF dividido de novo

Comentários

  • ANTÔNIO -

    Bozo amigão dos indiciados na lava jata. Vai dar um jeito de livrar o Alckmin.

  • Alexandre -

    Ah tá, e o Dória, e o Lula e o Marcelo Odebrecht, e o Adélio, e os ministros do supremo, e a Amante, e o Maia e o Alcolumbre .Tudo gente Honrada!

  • EPAMINONDAS -

    E E E E EEEEEEEEE CANALHADA

Ler 56 comentários