Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Alckmin na mira

A PGR pediu a abertura de inquérito penal no STJ contra Geraldo Alckmin para investigar acusações feitas por delatores da Odebrecht.

Os delatores dizem que o governador paulista teria sido o destinatário de R$ 10,7 milhões repassados pelo setor de propinas da empreiteira, com a ajuda de seu cunhado, Adhemar César Ribeiro.

Alckmin nega a acusação. O inquérito corre em segredo de Justiça no STJ e tem Nancy Andrighi como relatora.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO