Alckmin se movimenta para enfrentar Doria e tentar voltar em 2022 contra Boulos

Alckmin se movimenta para enfrentar Doria e tentar voltar em 2022 contra Boulos
Foto: Afonso Braga/CMSP

O Antagonista confirmou que Geraldo Alckmin está se movimentando nos bastidores para tentar se cacifar no PSDB e concorrer ao governo de São Paulo no ano que vem.

As conversas têm se intensificado, principalmente, com outro ex-governador: Márcio França (PSB), que poderia ser o vice na chapa.

Alckmin quer aproveitar o atual momento de enfraquecimento interno de João Doria, que continua apostando na candidatura de Rodrigo Garcia, seu vice e hoje filiado ao DEM.

Aliados de Alckmin acreditam que ele ainda tem “recall” no estado para enfrentar a esperada “onda Boulos” — o psolista Guilherme Boulos, o novo queridinho da esquerda, já se coloca como pré-candidato.

Em 2022, atores políticos acreditam que São Paulo poderá ter o tradicional eleitorado tucano rachado e será “um grande palco de batalha”, com reflexos, por óbvio, na disputa presidencial. Nas duas últimas eleições, São Paulo deu votação expressiva a um candidato específico: Aécio Neves, em 2014, e Jair Bolsonaro, em 2018.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO