Alckmin valoriza redução de assassinatos em São Paulo

Telegram

Geraldo Alckmin disse em Aracaju que Segurança Pública é a maior preocupação do brasileiro e citou o exemplo da sua gestão em São Paulo no combate à criminalidade.

“Acabou de ser publicado o Atlas da Violência, na semana passada. O Brasil, pela primeira vez, passou de 30 assassinatos por 100 mil habitantes/ano. Isso é uma epidemia. A Organização Mundial de Saúde diz que acima de dez é caráter epidêmico. Em 2016, foram assassinadas 62.500 pessoas. É uma guerra civil. E quem morre é principalmente jovem e mais pobre.

Nós fizemos [no sentido oposto ao de apenas falar] em São Paulo. Tínhamos 13 mil assassinatos por ano em 2001. Reduzimos para 12, 11, 10, 9, 8, 7, 6, 5, 4… No ano passado, 3.503 para uma população de 45,5 milhões de habitantes, o que deu 8 [assassinatos] por 100 mil habitantes/ano.”

A prioridade de Doria

“O ‘novo’ que a população quer é a defesa do interesse coletivo”, diz Alckmin

Comentários

  • André -

    Eu confio e acredito na candidatura de Alckmin, é coerente, justo, honesto e não se envolve em polêmicas. Já tem o meu voto.

  • André -

    Geraldo Alckmin, homem humilde simples o mais preparado para presidir o nosso país, Geraldo Presidente

  • Felipe -

    Geraldo Alckmin foi um grande governador e realizou um grande trabalho a frente do estado de São Paulo e melhorou muito os índices de segurança no estado de São Paulo.

Ler 35 comentários