ACESSE

Alcolumbre diz que vai priorizar acordo de líderes sobre PEC da 2ª instância

Telegram

Davi Alcolumbre não vai apoiar o movimento de Simone Tebet, que contrariou acordo de líderes e pautou para a próxima semana a votação do PL da prisão em segunda instância na CCJ do Senado.

Antes de fazer sua manobra para adiar a votação no colegiado presidido por Tebet, ele fez o seguinte comentário:

“Eu considero a legitimidade da presidente de pautar, vários senadores fizeram esse pedido, mas eu estou ainda na tese do que foi conciliado na nossa reunião com o presidente da Câmara, presidente do Senado, vários líderes da Câmara, que, por unanimidade, apoiaram a tese da construção do texto de consenso. Vamos ouvir mais os senadores, mas eu fico com a tese da reunião com o presidente Rodrigo.”

A insurreição contra a tentativa no STF de parar a Lava Jato. Mais aqui

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 131 comentários