Alcolumbre fará o que for possível

Alcolumbre fará o que for possível
Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado

Alguns senadores suspeitam que Davi Alcolumbre, em sua fissura por continuar no cargo de presidente do Senado, possa estar ensaiando uma estratégia mais ousada.

Há quem acredite que, caso não consiga o aval jurídico para tentar a reeleição nem tenha condições de aprovar a PEC apresentada nesse sentido, ele irá apresentar sua candidatura de última hora, para, vencendo a disputa, aguardar a judicialização.

Nos bastidores, aliados de Alcolumbre confirmam que ele deve usar como argumento um parecer da CCJ de 1998, antecipado por O Antagonista.

Em caso de judicialização, o senador do Amapá apostaria na ala do STF que defende que a corte não deve se intrometer em decisões do Senado.

Opositores creem que a pressão pelo voto aberto durante a votação é a chance de derrotar o atual presidente.

Leia mais: Exclusivo: o objetivo secreto do 'inquérito do fim do mundo' do STF
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 19 comentários
TOPO