ACESSE

Alcolumbre quer fazer irmão prefeito de Macapá

Telegram

Davi Alcolumbre, presidente do Senado, atua como cabo eleitoral do irmão, candidato à Prefeitura de Macapá neste ano.

José Samuel Alcolumbre, conhecido como Josiel, é o primeiro suplente do senador e costuma acompanhar o irmão em agendas oficiais. No ano passado, esteve, por exemplo, no Supremo Tribunal Federal (STF) em reunião entre o presidente do Senado e Dias Toffoli. Também participou de uma visita de Hamilton Mourão, vice-presidente da República, ao Congresso. Sempre que pode, Davi leva o irmão a tiracolo e faz questão de apresentá-lo como “futuro prefeito de Macapá”.

No plenário do Senado, Josiel é visto com frequência sentado em cadeiras reservadas para os senadores. Flávio Bolsonaro, que fez campanha para Davi chegar ao comando do Senado, já posou para fotos com Josiel.

A candidatura do irmão de Davi rompe a aliança da família com a Rede de Randolfe Rodrigues. Josiel tem costurando um amplo arco de apoios. Falando em nome do irmão, diz que “Brasília nunca esteve tão atenta a Macapá” e, assim, conquista vereadores, prefeitos, deputados estaduais e federais.

Se eleito, a missão de Josiel — filiado ao DEM desde 1992 — será pavimentar o caminho para que Davi concorra ao governo do Amapá em 2022.

O candidato a prefeito é empresário da comunicação. Dirige a TV Bandeirantes em Macapá e o Jornal Aqui Amapá. Também preside o Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão do estado.

Josiel sempre coordenou as campanhas do irmão. Na corrida presidencial de 2014, foi também o coordenador da campanha do tucano Aécio Neves no estado.

Em artigo publicado no fim do ano passado, Josiel confirmou sua candidatura. “Como bom filho de Macapá, tenho que ouvir e respeitar esta cidade que é minha casa, meu lar, uma mãe para mim”, escreveu.

Nesta semana, quando Davi Alcolumbre usou avião da FAB para participar dos festejos em comemoração à fundação de Macapá, Josiel escreveu em suas redes sociais que “a cidade chega aos 262 anos num clima de união e força em Brasília”, porque “pela primeira vez na história, temos um amapaense presidindo o Congresso Nacional”.

Ele continuou, na mensagem:

“O Presidente (assim mesmo, com letra maiúscula) Davi, hoje, lidera a bancada, e consegue liberar recursos federais que são importantes para a nossa capital e para todo o Estado.”

Na semana passada, O Antagonista noticiou aqui que, por ordem de Davi, a TV Senado vai gastar R$ 57.080 para serviços de manutenção e fornecimento de peças novas para o transmissor da transmissão em Macapá.

CAMBALACHO DE LULINHA, DE EIKE BATISTA... ATÉ QUANDO? SAIBA MAIS AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 54 comentários