Aldo ‘corta a língua’ de general rebelde

O comunista Aldo Rebelo, ministro da Defesa, exonerou o general Antônio Mourão do Comando Militar do Sul, após críticas ao governo Dilma Rousseff. Mourão é aquele que defendeu o impeachment da petista como “o descarte da incompetência, má gestão e corrupção”.

Para Mourão, “a maioria dos políticos de hoje parecem privados de atributos intelectuais próprios e de ideologias, enquanto dominam a técnica de apresentar grandes ilusões”.

Ele defendia o “despertar para a luta patriótica”; agora vai lutar para pagar as contas do Exército como burocrata da Secretaria de Finanças, em Brasília.

Faça o primeiro comentário