Além de Chico Rodrigues, delator cita mais três parlamentares em esquema

Além de Chico Rodrigues, delator cita mais três parlamentares em esquema
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O senador Chico Rodrigues, afastado do mandato após ser flagrado com dinheiro entre as nádegas, não é o único parlamentar suspeito de integrar um esquema de desvio de verba de emenda parlamentar destinada ao combate à pandemia em Roraima, diz a Crusoé.

Em depoimento prestado à Polícia Federal, um ex-funcionário da Secretaria de Saúde do estado envolveu no esquema os outros dois senadores eleitos por Roraima e um deputado federal.

Segundo Francisvaldo de Melo Paixão, que trabalhou na coordenação geral de urgência e emergência entre janeiro e abril deste ano, o senador Mecias de Jesus e o deputado Jhonatan de Jesus, ambos do Republicanos, e o senador Telmário Mota, do PROS, também fazem parte da suposta organização criminosa ligada a Chico.

Em nota, a assessoria de Mecias de Jesus e Jhonatan de Jesus afirmou que os dois não “são investigados no inquérito”.

“A busca por recursos ao Estado é inerente à atividade parlamentar. Todavia, os parlamentares não têm ou tiveram qualquer ingerência na destinação dos recursos. Aliás, a Secretaria de Saúde informou por meio de declaração autenticada, que até a presente data (16 de outubro de 2020), as emendas no valor de R$2.500.000,00 cada, obtidas por iniciativa de Mecias e Jhonatan, ainda não foram destinadas a qualquer contratação, empenho ou liquidação de despesa, encontrando-se ainda, ao que tudo indica, nos cofres do Estado.

Os parlamentares se colocam à inteira disposição das autoridades para contribuir com as investigações a fim de apurar e punir com rigor quem tenha o feito no intuito de praticar atos espúrios contra a população de Roraima.”

Leia aqui a íntegra da nota.

Leia mais: Deputados federais custam R$ 189 mil por mês aos pagadores de impostos; senadores, ainda mais
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 24 comentários
TOPO