​Além de votos, Garotinho queria comprar juiz

A Procuradoria Regional Eleitoral do Rio pediu à PF abertura de novo inquérito contra Anthony Garotinho: desta vez, ele é acusado de tentar subornar o juiz eleitoral Glaucenir Silva de Oliveira, que autorizou sua prisão, informa a Folha.

Segundo Sidney Madruga, procurador regional eleitoral Sidney, Garotinho e seu filho Wladimir Matheus teriam feito duas ofertas ao juiz: R$ 1,5 milhão e R$ 5 milhões.

Dinheiro, pelo visto, não era o problema.

Faça o primeiro comentário