Além do câncer

auro Jardim publica que “No fim de semana do Carnaval, Otavio Azevedo deixou São Paulo, onde mora, e foi a Belo Horizonte, onde nasceu e cresceu, para ser o centro de uma homenagem feita por dezenas de amigos de longa data.

Além do abatimento, o que mais chamou a atenção dos presentes foi a quantidade de vezes em que parava de falar para chorar.”

A homenagem a Otavio Azevedo, ex-presidente da Andrade Gutierrez, esse modelo de probidade, demonstra que mineiro não é apenas solidário no câncer.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200