Alerj: sindicância para apurar oficial barrada

Telegram

Wagner Montes, do PRB, deputado estadual que preside a sessão da Alerj neste momento, informa que determinou abertura de sindicância interna para apurar o episódio em que uma oficial de Justiça foi barrada por seguranças da Assembleia na última sexta-feira, quando a maioria da turma soltou Jorge Picciani e seus comparsas.

Agora vai.

Comentários

  • César -

    Quando político fala em inquérito, entendam enrolação, coisa para inglês ver...!!! POLÍTICO NÃO SERVE PARA NADA, ESTÁ MAIS DO QUE PROVADO!! VAMOS GOVERNAR ONLINEMENTE E TER GESTORES DA COISA PÚBLICO (FUNCIONÁRIO DE CARREIRA)SUPERVISIONADO PELO POVO E POR REPRESENTANTES ELEITOS COM VOTO DE URNA COM "RECIBO" E NÃO PODENDO SER REELEITO...!!

  • REPÚBLICA -

    agora vai é otimo. nem precisa dizer pra onde. kkkkk

  • Gasparzinho -

    Como falta gente de coragem neste país. Por que o of. de justiça não deu voz de prisão a quem barrou ele? Por que o MP não procura os responsáveis pela "fuga autorizada" para puni-los? Desde o diretor do presídio ate o secretário de segurança, todos devem ser responsabilizados. Pergunta: ninguém percebeu que não era legal a soltura de presos sem ordem judicial????

Ler 23 comentários