Alexandre de Moraes nega pedido para barrar candidatura de senadores réus

O ministro Alexandre de Moraes negou pedido para que fosse barrada a candidatura à presidência do Senado de parlamentares indiciados, réus ou condenados em processos no STF, relata O Globo.

O pedido havia sido apresentado pelo senador Eduardo Girão na última sexta-feira e mirava Renan Calheiros, embora não citasse seu nome.

Existem “forças subterrâneas” dentro do Congresso que impedem que projetos importantes vão à voto. Acompanhe aqui!

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 44 comentários
  1. NO CONGRESSO É O CONTRÁRIO, se não for réu ou bandido não pode ser candidato. É a casa dos corruptos garantida pelo Guardião da impunidade e dos criminosos: o STF. Fechem esta POCILGA.

  2. Engraçado! o STF, quando é acionado para beneficiar bandidos, ou causas de interesse desses, age com rapidez, até às caladas da noite; mas quando é para julgá-los, por crimes cometidos, nao tá

  3. Muitos de nossos legisladores, ao invés do exemplo da ética, moralidade e transparência, exercendo seus cargos à luz e à vista da sociedade agem como vagalumes no escurinho da noite ou da madru

    1. Gente como você o Brasil não quer mais. Esses bandidos ainda estão no poder graças a escória a qual você pertence. Vá para Cuba, Venezuela, Coréia do Norte ou para o inferno. Seu lixo!!!!!

  4. Quando o sujeito vai se apresentar para uma vaga de emprego, tem que apresentar certidão de antecedentes de tudo que é órgão. Já pra ser presidente do Senado o cara pode ser sujo como for.

  5. A demora no julgamento dos acusados (ou a demora p/ o trânsito em julgado das sentenças judiciais) é o arrimo da impunidade. Parece até q o sistema propositadamente é “regulado” para ser assim.