Alexandre de Moraes vai censurar a Folha por fazer jornalismo?

A Crusoé foi censurada por Alexandre de Moraes, num atentado violento à Constituição, porque publicou que, num documento até então público, Marcelo Odebrecht disse à Lava Jato que o codinome “amigo do amigo de meu pai”, usado por ele numa mensagem de 2007, para tratar da Usina de Santo Antônio, referia-se a Dias Toffoli, então chefe da Advocacia Geral da União. A revista não fez nenhuma ilação.

Hoje, o repórter Mario Cesar da Carvalho publica o seguinte na Folha:

“Três delatores ouvidos pela Folha, sob condição de que seus nomes não fossem divulgados, disseram que a linguagem empregada por Marcelo é típica de quem está tratando de pagamento ilícito. O presidente do Supremo nega que tenha qualquer relação com a Odebrecht.”

Os ministros Dias Toffoli e Alexandre de Moraes vão acusar a Lava Jato de estar “usando” a Folha? Vão acusar o jornal de fazer “insinuações” para atingir o STF? Vão dizer que o jornal publicou “fake news”? Vão censurar a reportagem da Folha?

A Folha fez o que a Crusoé fez: jornalismo.

Comentários

  • Marcílio -

    O recuo do Fernando de Moraes ocorreu pela revoltas e pressões generalizadas, não por ele conhecer Direito ou ser democrata. Continua, como o Toffoli, tão incompetente e arbitrário como sempre foi

  • Helton -

    Os hospedeiros de Brasília tomam decisões que provocam a fúria e indignação do cidadão. Depois quer punir os mesmos alegando disseminação de ódio. Ora senhores...

  • Carlos -

    O que a Folha e a Crusoé acham que a Globo estava fazendo ao se negar a MENCIONAR O NOME DO CANDIDATO FAVORITO a presidente, e que foi eleito! A falsa desconfiança de fascismo está sobre o STF AGOR

Ler 273 comentários