Alexandrino no pau-de-arara

A Folha de S. Paulo procurou Lula a fim de que ele desse o “outro lado” sobre as “novas versões” de Alexandrino Alencar.

Em nota, o Instituto Lula respondeu que “a defesa do ex-presidente já entrou com pedido de investigação na PGR sobre mudança de versões em duas tratativas de delação –as de Alexandrino Alencar e Léo Pinheiro – pelo risco de coação pelos investigadores para obterem versões contrárias ao ex-presidente, e pela perda do princípio da voluntariedade, o que tornaria tais delações nulas”.

Não, Alexandrino Alencar não foi torturado no pau-de-arara.

Faça o primeiro comentário