ACESSE

Alfredo Sirkis, ex-guerrilheiro e fundador do PV, morre em acidente de carro no Rio

Telegram

O ambientalista e político Alfredo Sirkis, de 69 anos, morreu em um acidente de carro na Baixada Fluminense por volta das 13h50 desta sexta-feira (10), registra o G1.

Sirkis estava sozinho no carro e seguia em direção à via Dutra quando saiu da pista, bateu em um poste e capotou. Segundo sua família, ele estava indo para um sítio perto de Vassouras, no interior do Rio.

Ex-guerrilheiro, Sirkis integrou a VPR de Carlos Lamarca e participou dos sequestros do embaixador alemão Ehrenfried von Holleben e do suíço Giovanni Bucher. Exilou-se a partir de 1971 no Chile, na Argentina e em Portugal e voltou ao Brasil em 1979, com a anistia. Escreveu livros sobre a guerrilha, como “Os Carbonários”, e atuou como jornalista e roteirista.

Em 1986, foi um dos fundadores do Partido Verde. Também foi deputado federal, vereador no Rio de Janeiro por quatro mandatos, secretário municipal de Urbanismo e de Meio Ambiente e coordenador do Fórum Brasileiro de Mudança do Clima.

Leia mais: Comprovação do elo entre a Presidência da República e o gabinete do ódio complica Bolsonaro. Clique e leia

Comentários

Os comentários estão desabilitados