Alguém aí ainda vai defender Eduardo Cunha?

O Estadão publicou que “Em jantar com deputados aliados na semana passada, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, disse não ver chances de abrir o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff neste ano. Segundo relatos de participantes do encontro, ele confidenciou entender que o impedimento perdeu apoio popular e criticou o PSDB, que deixou de apoiá-lo na semana do encontro. Cunha ainda afirmou acreditar que as contas do governo não serão rejeitadas pelo Congresso e disse ter negociado com o Planalto a aprovação da Desvinculação de Receitas da União (DRU) em troca da aprovação das emendas impositivas de bancada.”

Alguém aí ainda vai defender Eduardo Cunha?

Faça o primeiro comentário